Categoria: Beleza

TESTEI: KIT BANHO DE LUA LIGHTNER

TESTEI: KIT BANHO DE LUA LIGHTNER

Leia também: Banho de Lua dicas

Não sei se já contei pra vocês, mas eu tenho alergia a cera depilatória e a lâmina! Pois é, eu acabo usando a lâmina porque né, não dá pra ficar peluda, eu não sou um ursinho, hahaha!

Nas axilas e virilha não tem muito jeito, eu uso lâmina mesmo e vivo passando alguns produtos para diminuir o incômodo da alergia.

Já nas pernas eu costumo usar lâmina só do joelho pra baixo, pois nessa região eu geralmente não tenho problemas. As coxas, principalmente a parte interna delas, é que causam problemas.

Por isso eu geralmente uso descolorante nas coxas, assim eu evito de ter problemas de alergia e ficar com a pele cheia de bolinhas.

Há um tempinho atrás recebi da Cless o kit Banho de Lua Lightner, que eu sempre tive curiosidade de testar.

Usei o produto e agora vou contar em detalhes o que achei!

O que a marca diz? Oferece clareamento de alta performance dos pelos e um tratamento revitalizador da pele proporcionado pelo caviar. O caviar é rico em vitaminas A, E, F e ácidos graxos essenciais, que restaura a hidratação da pele e ajuda a prevenir o envelhecimento precoce. O pó descolorante sem amônia é suave para a pele, e evita o desconforto e o odor incômodo durante o clareamento.

O que eu achei? Dentro da embalagem vem 3 sachês (1 de descolorante, 1 de esfoliante e 1 de parafina protetora), 1 potinho plástico, uma espátula e 1 água oxigenada de 30 volumes.

Quando vi a água oxigenada de 30 volumes quase caí pra trás! Pensei: Esse negócio vai “pinicar” pra caramba! Mas usei o produto mesmo assim, afinal blogueira serve pra isso mesmo, testar as coisas, hahaha!

Misturei a água oxigenada com o pó descolorante em um outro potinho que tenho, usando um pincel de cabelos que eu particularmente gosto mais do que usar a espátula.

Passei a parafina protetora na pele e achei bem interessante a textura dela, pois mesmo sendo bem grossa é fácil de espalhar, além de ter um cheirinho bem gostoso. A textura da parafina lembra aquele gel-cola que os meninos usam pra deixar o cabelo bem espetado!

Depois da parafina, passei a mistura de descolorante morrendo de medo achando que ia incomodar, mas realmente o produto cumpre o que promete: clareamento rápido e zero desconforto!

Meninas, essa parafina realmente não deixa a descoloração desconfortável, não arde e não pinica NADA! E como tem água oxigenada de 30, clareou bem rapidinho! 10 minutinhos já foram suficientes pra ficar com os pelos bem loirinhos!

Na hora de enxaguar senti o quanto a parafina é potente: ela não saiu com muita facilidade só com água, mesmo esfregando bastante. Só saiu totalmente quando eu usei o esfoliante que também vem no kit.

O esfoliante tem um poder médio de abrasão, ou seja, não é tão leve, mas também não chega a ser agressivo. Acredito que tem o poder de abrasão ideal para o tratamento. Depois que enxaguei o esfoliante senti a pele lisinha, hidratada e com todos os pelinhos loiros! Adorei!

Pela primeira vez eu consegui descolorir os pelos rapidamente, sem pinicar e ainda deixar a pele hidratada!

Esse kit que eu recebi é para 1 aplicação e custa em média R$12,00. Acho que a quantidade que vem é ideal para uma aplicação no corpo inteiro, incluindo braços. Como eu só usei nas pernas, vai dar para usar uma segunda vez.

Então se você comprar 1 kit desses e for usar só nas pernas, acredito que vai dar para usar duas vezes como deu pra mim!

Conclusão: Excelente kit de banho de lua, pois é bem completo (acompanha parafina protetora e esfoliante), oferece clareamento rápido e não incomoda em nada! Além disso tem preço bem acessível! Adorei e recomendo!

Quer ter um rosto macio? Aprenda a fazer limpeza de pele caseira

Quer ter um rosto macio? Aprenda a fazer limpeza de pele caseira

Esse procedimento tem como objetivo remover todas as impurezas, oleosidade e sebo da pele e ainda desobstruir os poros

Você costuma cuidar da sua pele? Se não, chegou a hora de ser adepto da limpeza de pele caseira para o rosto. Esse procedimento tem como objetivo remover todas as impurezas, oleosidade e sebo da pele e ainda desobstruir os poros, o que é fundamental para prevenir doenças e melhorar a aparência do rosto. O ideal é fazer limpeza de pele a cada 30 dias.

Leia também: limpeza de pele

Para realizar a limpeza de pele caseira, você precisa ter um sabonete ou gel de limpeza neutro, um esfoliante, um tônico e um hidratante facial. Entenda como usar cada um deles com as dicas do Tudo Ela:

1) Lave o rosto com um sabonete ou gel de limpeza e enxague abundantemente;

2) Ferva água, coloque em uma bacia e aproxime o rosto do vapor por aproximadamente três minutos. Pois o vapor dilata os poros e facilita a remoção de impurezas;

3) Aplique o creme esfoliante em movimentos circulares e delicados, principalmente na zona T do rosto (testa, nariz e queixo), que geralmente acumulam mais oleosidade;

4) Enxágue o rosto com água fria para remover todos os resíduos do esfoliante. A temperatura da água vai fechar os poros da pele;

5) Pegue um algodão para aplicar o tônico facial e espalhar o produto por todo o rosto;

6) Finalize com um hidratante facial específico para seu tipo de pele, prefira os que possuem fator de protetor solar.

MANTEIGA DE CACAU – BENEFÍCIOS, PROPRIEDADES E 1.000 UTILIDADES

MANTEIGA DE CACAU – BENEFÍCIOS, PROPRIEDADES E 1.000 UTILIDADES

Quando ouvimos falar de manteiga de cacau, já associamos como um produto para hidratar os lábios, porém, existem múltiplas utilizações, que as pessoas desconhecem, dessa substância natural cheia de benefícios e propriedades saudáveis para nosso corpo. Por isso, neste conteúdo serão abordados os seguintes assuntos:

Índice
O que é e composição
Propriedades da manteiga de cacau
Benefícios da manteiga de cacau
Utilizações da manteiga de cacau
Como usar
Dicas para uso doméstico
Como escolher a manteiga de cacau antes de comprar e consumir
Onde comprar
Manteiga de cacau, a curinga do Lar
1. O que é e composição
O cacaueiro (Theobroma cacao L) é uma árvore nativa da Bacia Amazônica, espalhada, de forma ampla, pelas Américas. O consumo do cacau, fruto dessa árvore, é contado na história, desde os tempos remotos, das antigas civilizações Maia e Asteca.

A manteiga de cacau é extraída do fruto do cacau. Para produzir a manteiga de cacau, o fruto precisa estar maduro, ser fermentado, seco, torrado e prensado. Através desse processo, se extrai uma gordura sólida, seca e meio amarelada, que é a manteiga de cacau.

Leia também: Lábios ressecados causas

Essa substância natural tem em sua composição ácido oleico, ácido palmítico e ácido esteárico, ácidos graxos vegetais muito benéficos para a pele e o corpo.

Esse produto natural pode ser utilizado como ingrediente das seguintes formas:

em diversos tipos alimentos;
em receitas culinárias;
nos mais variados produtos cosméticos;
na indústria farmacêutica;
na fabricação de sabões e sabonetes;
como substitutiva de óleos e gorduras na culinária.

2. Propriedades da manteiga de cacau
A manteiga de cacau é um ingrediente natural, que há séculos vem sendo utilizado para cuidado, saúde e beleza da pele e do corpo, graças às suas propriedades terapeuticas e hidratantes.

Vejamos algumas delas:

Hidratante: por ser rica em ácidos graxos vegetais
Emoliente: propriedade de amolecer a pele, por isso, serve para tratar calosidades, por exemplo
Anti-idade: devido aos polifenóis, que fazem parte de sua constituição, a manteiga de cacau tem poder antioxidante, por isso neutraliza a ação dos radicais livres no corpo, causados por agentes externos, que desencadeiam o envelhecimento celular.
Anti-inflamatório: fortalece e protege a pele de infecções e inflamações
Cicatrizante: contribui para restauração e regeneração de feridas e ressecamentos na pele e nos lábios.
Refrescante: alivia a ardência da queimadura de sol

3. Benefícios da manteiga de cacau
A manteiga de cacau, como alimento, proporciona os seguintes benefícios:

Fortalece o sistema imunológico
Promove o equilíbrio hormonal
Melhora o humor por aumentar os níveis de endorfina e serotonina
Combate a constipação e melhora funções intestinais
Contribui para a saúde do coração pois, as gorduras saturadas derivadas das plantas, são consideradas benéficas pelos especialistas em saúde, por reduzirem os riscos de doenças cardiovasculares
Combate a aterosclerose (endurecimento das veias), devido a ação dos polifenóis e suas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias

4. Utilizações da manteiga de cacau
manteiga de cacau 2
Na alimentação

A manteiga de cacau, geralmente, é utilizada na composição do chocolate de tablete ou em pó, mas também, pode ser uma opção substitutiva, usada no lugar da manteiga de origem animal, principalmente, em receitas de doces.

Na culinária, a manteiga de cacau pode ser utilizada como ingrediente para fazer

chocolates caseiros
tortas
bolos doces
docinhos de festas
recheios e cobertura de bolos
rocamboles e pavês
muffins
cookies
como substitutiva, em frituras, do óleo vegetal ou manteiga de leite
Na cosmética

A indústria cosmética utiliza bastante a manteiga de cacau como ingrediente na composição de batons, cremes para o rosto, condicionadores, shampoos, sabonetes, hidratantes corporais, etc.

Na indústria farmacêutica

A manteiga de cacau é utilizada como ingrediente na fabricação de óvulos de farmácia e supositórios.

Em produtos de limpeza

A manteiga de cacau serve como base ou ingrediente na formulação de sabões e sabonetes.

5. Como usar
Dicas e sugestões de utilizações da manteiga de cacau pura, para cuidados do corpo e da beleza:

Banho relaxante -;basta dissolver 2 colheres de sopa de manteiga de cacau na água da banheira e ficar nela, por pelo menos 20 minutos.;
Como tratamento capilar e anti-frizz do cabelo -;usa-se este produto, derretendo-o com o calor das mãos e passa-se no cabelo, pré ou pós shampoo. Isso irá ajudar a amaciá-los e hidratá-los, deixando-os mais sedosos.
Pós – depilação ou barbear -;pode-se adicionar a manteiga de cacau à espuma de barbear ou usá-la no lugar dela também, como hidratante para a pele um dia depois da depilação, para não entupir os poros.
Para aliviar a queimadura solar -;o uso da manteiga de cacau pura, diminui os efeitos incômodos das ardência na pele.
Como hidratante labial;-;combate o ressecamento e rachaduras dos lábios, principalmente, no inverno.
A manteiga de cacau alivia -; o desconforto das picadas de insetos, diminuindo a coceira e o ardor, e trata pequenos cortes, ajudando no processo de cicatrização destes.
Para fixar e modelar as sobrancelhas -;para isso, passa-se a manteiga de cacau sobre as sobrancelhas.
Pode ser utilizada como batom -;para dar a cor, pode-se colocar um pouco de sumo da beterraba junto à manteiga de cacau e, assim, fica um batom bem natural.
Hidratante dos pés -;para tratar rachaduras, calosidades e ressecamentos.
Prolongar a duração da sombra nos olhos na maquiagem, para isso, passa-se um pouco de manteiga de cacau nas pálpebras maquiadas.
Amaciar e amolecer as cutículas -;antes de fazer manicure passa-se a manteiga de cacau nas cutículas, facilitando, assim, a remoção destas.

6. Dicas para uso doméstico
Sapatos que machucam -;passar um pouco de manteiga de cacau nas áreas dos pés afetadas por sapatos que machucam, principalmente, se forem novos.
Zíper emperrado -;para desemperrar um zíper, pode-se lubrificá-lo, isso ajudará a facilitar o zíper de deslizar novamente.
Para tirar um anel -;se o dedo inchou e está difícil de tirar o anel, pode-se passar a manteiga de cacau para facilitar o seu deslizamento e remoção.
Na falta de uma vela -;dá para utilizar a manteiga de cacau, basta colocar um fósforo enfiado na barra da manteiga e acender.

7. Como escolher a manteiga de cacau antes de comprar e consumir
Leia o rótulo para ver se sua formulação é realmente pura e sem adição de outros óleos.

Dê preferência para a manteiga de cacau pura e orgânica, pois além dos diversos usos, pode ser utilizada em receitas culinárias.

8. Onde comprar
Em lojas físicas e virtuais, que pode ser de produtos naturais, armazéns cerealistas ou empórios.

9. Manteiga de cacau, a curinga do Lar
Agora sabendo das múltiplas finalidades da manteiga de cacau, dá para incluí-la no arsenal de mil e uma utilidades de lar.

Se souber de mais utilizações da manteiga de cacau, deixe nos comentários para ampliarmos a lista de usos da manteiga de cacau e aproveitarmos todos os benefícios desse produto natural!

ÓLEO CORPORAL NATURA SÈVE DE AVELÃ – RESENHA

ÓLEO CORPORAL NATURA SÈVE DE AVELÃ – RESENHA

Leia também: Óleo de rosa mosqueta estria

Oi gatíssima, tudo bom? Eu amo produtinhos pra pele, amo a maciez que deixa, e o cheiro maravilhoso na minha pele, principalmente agora nesta época de frio. Isso quando o produto é bom, né? Porque tem uns… rsrs. E você, gosta de produto de pele ou não? Enfim, trouxe hoje a resenha do óleo corporal natura seve de avelã. Vamos lá?

Sobre o produto:

Migs, ele é (obviamente, rsrs) um óleo bem grossinho, viscoso, de um tom um pouco amarronzado, porém transparente. A embalagem é 200 ml, num frasco bem tradicional da linha, desde que sou pequena conheço óleo seve com esta embalagem. O preço varia de 50,00 a 75,00 dependendo da época das vendas das revistas e dos vendedores online. Ah e este óleo é COM enxágue!

O que eu achei:

Eu amei! Pra mim é o que tem o melhor cheiro de todos os óleos da natura seve, o óleo apesar de ser grossinho é fácil de espalhar pela pele, e o fato de ser um óleo corporal com enxágue é ótimo, pois não ficamos com aquele aspecto engordurado na pele e o óleo rende muito mais porque espalha BEM mais rápido. O resultado depois também é maravilhoso, deixa a pele super macia, hidratada e com um cheiro muito bom que dura por bastante tempo! Amo usar no banho da noite, antes de dormir.

Veja como fazer um peeling caseiro no passo a passo

Veja como fazer um peeling caseiro no passo a passo

O peeling caseiro é um método que pode ser utilizado para remover uma espinha, suavizar uma marca de expressão ou ajudar a remover uma mancha presente na pele. Esse procedimento proporciona a renovação celular de forma progressiva, estimulando a regeneração dos tecidos.

Se você considera o peeling tradicional de clínicas de estética muito agressivo ou caro, a opção é fazer um peeling caseiro. Mesmo sem todos os equipamentos de um salão de beleza, você pode chegar a ótimos resultados, deixando a sua pele muito mais lisa, macia e bonita.

peelin-caseiro
Receitas caseiras de peeling são a opção para quem não quer gastar muito. Foto: iStock, Getty Images

Leia também: Peeling Caseiro funciona

1. Coco

A polpa dessa fruta pode se tornar um ótimo esfoliante rejuvenescedor, pois ameniza as manchas, acaba com as células mortas e some com as bolinhas vermelhas provenientes de pelos encravados.

Como preparar:

Para preparar esse peeling caseiro, desfie a polpa do coco em uma vasilha, acrescente uma colher de mel e mexa bem. Espalhe esse esfoliante pelo rosto, deixe por 20 minutos e lave em seguida.

2. Maracujá

As sementes do maracujá, por serem ricas em ácidos graxos e ômega 6, proporcionam a diminuição da vermelhidão e irritação da pele.

Como preparar:

Retire a polpa do maracujá e aplique sobre a pele do rosto. Enxágue em seguida. Você pode utilizar esse peeling caseiro duas vezes por semana.

3. Tomate

O tomate é outro ótimo ingrediente para um peeling caseiro pois reduz a oleosidade da pele ao mesmo tempo que hidrata.

Como preparar:

Corte um pedaço de tomate e amasse bem. Depois, aplique sobre a pele. Deixe por cerca de 20 minutos e enxágue bem. Você pode fazer esse procedimento todos os dias.

4. Mel e açúcar

Esse peeling caseiro é um eficiente esfoliante, fácil de fazer, ótimo para remover as células mortas. A esfoliação é indicada para todas as pessoas, com exceção daquelas que possuem muita acne ou feridas. Nesses casos, o esfoliante pode agravar ainda mais o problema.

Como preparar:

Em um recipiente misture uma colher (sopa) de açúcar com a mesma quantidade de mel. Passe esse peeling por todo o corpo e deixe por cerca de 30 minutos. Quando for aplicar a mistura, faça movimentos circulares, a fim de retirar as células mortas e hidratar a pele. Enxágue bem.

5. Aveia

Rica em vitamina B1, B2 e B5, aminoácidos e ácido salicílico, a aveia possui ação anti-inflamatória e hidratante. Além disso, ela estimula o colágeno, deixando a pele macia, renovada e mais firme.

Como preparar:

Coloque 3 colheres (sopa) de flocos de aveia com 1 colher (sopa) de mel e misture bem. Aplique a mistura no rosto e deixe agir por 10 minutos. Enxágue bem.

Bichectomia: o que é, quais os prós e os contras

Bichectomia: o que é, quais os prós e os contras

A bichectomia – procedimento de remoção da bola de Bichat ou corpo adiposo da bochecha – tem ganhado cada vez mais adeptos e despertado a curiosidade do público. Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), em 2014, foram realizadas cerca de dez bichectomias por mês. No ano seguinte, esse número triplicou e, neste ano, já são realizadas mensalmente mais de 40 cirurgias do tipo pelo país.

Compartilhar

A bichectomia – procedimento de remoção da bola de Bichat ou corpo adiposo da bochecha – tem ganhado cada vez mais adeptos e despertado a curiosidade do público. Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), em 2014, foram realizadas cerca de dez bichectomias por mês. No ano seguinte, esse número triplicou e, neste ano, já são realizadas mensalmente mais de 40 cirurgias do tipo pelo país.

A bola de Bichat ou “Buccalfatpad” ganhou este nome devido ao anatomista francês Marie François Xavier Bichat (1771-1802), que descobriu que a estrutura é um tecido gorduroso localizado na região das bochechas na frente do músculo masseter e superficial ao músculo bucinador. Sua função é pouco conhecida e acredita-se que, mesmo sendo um tecido gorduroso, seu volume pouco varia com a oscilação de peso, por isso mesmo se tiver o peso ideal, o indivíduo pode ter o rosto arredondado. Devido a sua localização, a bola de Bichat apresenta íntima relação com elementos muito importantes da face como: ramos terminais do nervo facial, ducto parotídeo e vasos sanguíneos.

De acordo com o Cirurgião Plástico e membro titular da SBCP, Eduardo Kanashiro, “a bichectomia é uma cirurgia usualmente estética com o objetivo de melhorar o formato facial através da diminuição da projeção das bochechas. É realizada por meio de uma incisão intraoral de 1 a 2cm, ao nível do segundo molar superior, sob anestesia local, com ou sem sedação”.

Leia também: Bichectomia o que comer depois

O mestre e especialista em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial (CTBMF), Fabio Sevilha, que é membro titular do Colégio Brasileiro de Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial (CBCTBMF) e membro da diretoria da Sociedade Brasileira de Toxina Botulínica e Implantes Faciais na Odontologia (SBTI) e também ministra cursos de credenciamento em bichectomia, detalha tratar-se de um procedimento estético/funcional que visa à redução do volume das bochechas aumentando a evidência da proeminência zigomática e o contorno da mandíbula tornando a face mais harmônica e também propõe aumentar o corredor bucal diminuindo trauma em pacientes que costumam ‘morder’ a mucosa jugal.

O corpo adiposo bucal apresenta atividade fisiológica, sendo um coxim mecânico entre os músculos faciais “que pode ainda auxiliar no fechamento de fístulas ou comunicações bucosinusais, ou ainda no recobrimento de enxertos ósseos no aumento da crista óssea alveolar, em casos de implantes”, ensina o periodontista, implantodontista e mestre em Ciências Odontológicas – área de concentração em Clínica Integrada – pela Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo (Fousp), Irineu Gregnanin Pedron.

Mestre em Prótese Dentária, especialista em Cirurgia e Estética e ministrador de cursos de bichectomia, Alexandre Morita Cutolo, explica que “a remoção cirúrgica é relativamente simples. O procedimento é feito com anestesia local e o pós-operatório é bem parecido com a extração do terceiro molar. Os resultados começam a aparecer aproximadamente em 15 a 20 dias e a sua remodelação total em 90 dias”.

Cirurgiões- Dentistas podem realizar o procedimento?

Pela finalidade estética, é basicamente a Cirurgia Plástica a área responsável pela realização da bichectomia, embora outras áreas também possam utilizá-la, como a Dermatologia, a Cirurgia Craniomaxilofacial ou Cirurgia de Cabeça e Pescoço. “Os Cirurgiões-Dentistas também podem realizar a técnica desde que devidamente capacitados. Para a capacitação, refiro-me a um curso com carga teórica e clínica condizente com a técnica cirúrgica”, considera Irineu que ainda ressalta que “devemos ponderar e respeitar a curva de aprendizado desta técnica, que não é simples como uma extração dentária. Infelizmente, esses cursos de ‘capacitação’ da técnica de bichectomia em um dia ou dois fazem parte do modismo do mercado, e transmitem uma perspectiva simplista do procedimento cirúrgico”.

Fabio Sevilha lembra que os Cirurgiões-Dentistas estudam de modo geral, quatro a cinco anos de cabeça e pescoço, “sendo uma área amplamente dominada pelo profissional de Odontologia. Além disso, a bola de Bichat já é utilizada na Odontologia muito antes de se falar na bichectomia, tendo como exemplo a utilização de tal gordura para fechamento de fístulas bucosinusais”.

Técnica possui contraindicações e exige cuidados

Alguns especialistas criticam a retirada da bola de Bichat porque ela pode fazer falta no futuro, durante o processo de envelhecimento e, além disso, essa estrutura está localizada em uma área delicada do rosto, em meio a nervos e canais salivares.

O periodontista Irineu Gregnanin alerta para o modismo desta modalidade cirúrgica, bem como em outras técnicas utilizadas na Odontologia como, por exemplo, o uso de preenchedores faciais. “Cursos inadequados pouco alertam sobre as complicações decorrentes desses procedimentos que são, na maioria das vezes, de responsabilidades médica. Particularmente, no processo de envelhecimento, o corpo adiposo bucal aumentará a percepção de ‘emagrecimento facial’, requerendo, por vezes, no futuro, a necessidade
de lipoenxertia”.

Já o mestre em CTBMF, Fabio Sevilha pondera que esse tipo de técnica já vem sendo realizada há muito tempo em outros países como procedimento de rejuvenescimento e harmonização facial. “A gordura de Bichat não tem função estrutural ou de sustentação, sendo diferente dos demais compartimentos de gordura do rosto, cuja absorção causa envelhecimento, portanto sua retirada não fará falta no processo de envelhecimento. Sugere-se que a bola de Bichat possui função apenas no recém-nascido, no auxílio à amamentação e proteção dos ramos bucais do nervo facial, e perde sua função após o crescimento. Muitos falam do perigo de realizar a bichectomia. Na verdade, existem dois riscos onde devemos estar mais atentos que seria a lesão do ducto parotídeo e lesão dos ramos bucais do nervo facial, porém em caso de lesão dos ramos bucais do nervo facial, sua função será suprimida por outros ramos nervosos ao redor da boca”.

Alexandre Morita concorda que a retirada da bola de Bichat não tem uma representatividade significante em relação ao processo natural de envelhecimento. “Cuidados como alimentação saudável, prática de atividades físicas, uso de protetor solar, acompanhamento dermatológico, serão muito mais importantes no envelhecimento facial”, enfatiza. No entanto, ele também ressalva que toda cirurgia possui os seus riscos, que são minimizados com conhecimento anatômico e de técnica. “As principais estruturas nobres, relacionadas com a bichectomia, são o ducto parotídeo, artérias maxilar e facial e o nervo facial. Com a utilização da técnica cirúrgica correta pode-se trabalhar com margem de segurança destas estruturas o que reduz o risco de intercorrências trans e pós-operatórias”.

Já o Cirurgião-Plástico, Eduardo Kanashiro disserta que “quem se incomoda com a bola de Bichat aumentada na juventude vai continuar se incomodando ao envelhecer. O que mudará será o seu posicionamento. Quando jovem, estará localizada mais superiormente e será responsável pelo formato arredondado da face, mas depois vai caindo e passa a deixar o rosto mais quadrado. Portanto, a bola de Bichat aumentada não faz falta na velhice. Realmente o corpo adiposo da bochecha está próximo a estruturas importantes. É preciso conhecer muito bem a anatomia, dominar a técnica cirúrgica e ter muito cuidado para não lesá-las. Um acidente nessa região pode levar a sequelas desastrosas para o paciente e, no mínimo, muito constrangedoras para o cirurgião”.

Kanashiro completa que “além de ser um procedimento que envolve riscos, a bichectomia precisa ser muito bem indicada. É preciso que o profissional tenha treinamento não só para realizar a cirurgia da melhor maneira possível, mas também para saber avaliar qual a real necessidade do paciente. Muitas vezes, e isso não é raro, o paciente que nos procura precisa de tratamentos associados para ter o resultado satisfatório, sejam eles um lifting facial ou mesmo uma simples lipoaspiração da região sub mentual. O paciente não pode ser visto como uma gordurinha isolada. As variações anatômicas são sempre desafiadoras e é por isso que minha preferência é por fazer a bichectomia com sedação. Assim, o paciente fica mais confortável quando preciso explorar mais a região até ficar satisfeito com a remoção. Além disso, o que me preocupa é o manejo de eventuais complicações. Quanto melhor a formação do profissional, mais eficaz será o tratamento no caso de um evento inesperado”.

As contraindicações, conforme Alexandre Morita, podem ser definitivas ou temporárias e são bem parecidas com as de outras cirurgias intraorais. “Pacientes submetidos à radioterapia ou quimioterapia; infecções locais ou sistêmicas; trismo; cardiopatias severas; pacientes sistemicamente não compensados; deficiência de fatores de coagulação; problemas hepáticos e renais graves; dificuldade em alcançar o que o paciente deseja, além de pacientes menores de idade e grávidas”, finaliza.

Biotina

Biotina

Biotina
A biotina é uma vitamina hidrossolúvel do complexo B, também conhecida como vitamina H ou B8. Sua ação promove melhora na saúde dos cascos, reduzindo lesões de úlcera de sola, hemorragias e doenças de linha branca. Além disso, a biotina também traz aumento na produção leiteira, gerando maior rentabilidade. Nós da DSM temos o Rovimix Biotin,exclusivo nos nossos produtos.

Biotina & Metabolismo
A biotina é necessária para o funcionamento de enzimas relacionadas ao metabolismo energético do animal. O seu uso em dietas de ruminantes resulta em maior produção de energia e desempenho. A suplementação de bovinos confinados com biotina é de extrema importância, tendo em vista que a inclusão de concentrado na dieta reduz drasticamente a produção de biotina pelos microrganismos do rúmen.

Leia também: Biotina funciona

Biotina & Casco
A biotina tem sido identificada como um fator essencial da substância cimentante intracelular depositada junto à queratina na formação do casco. A maioria das lesões de casco de bovinos confinados está associada com a pobre integridade do casco, e a suplementação de biotina cria uma estrutura mais definida e coesa do mesmo.

8 Formas eficazes de acabar com varizes e veias varicosas

8 Formas eficazes de acabar com varizes e veias varicosas

Muitas pessoas vêm sofrendo com veias varicosas e inchaço nas pernas em decorrência do trabalho, que geralmente exige horas e horas sentado diante do computador. Além disso, algumas peças de roupa acabam afetando a circulação sanguínea. Estatísticas apontam que as veias varicosas afetam mais de 20% dos adultos nos Estados Unidos. Quando o problema está em sua etapa inicial, existem formas de reduzir a gravidade dos sintomas e prevenir o avanço das veias varicosas. E o bom é que a maioria dessas técnicas podem ser aplicadas em casa.

Assim como qualquer outro problema de saúde, as veias varicosas devem ser tratadas da maneira correta. O Incrível.club reuniu os métodos mais seguros e eficazes para combater o aparecimento desse problema.

Leia também: Varicell funciona

Mas lembre-se: diante de qualquer sinal de agravamento do problema, procure a ajuda de um especialista. A seguir, as dicas:

1. Levantar as pernas

© depositphotos

Levantar as pernas pode aliviar consideravelmente os sintomas causados pelas veias varicosas e pelo inchaço nas pernas, desde que estejam em estágio inicial. Para que o método seja eficiente, você precisa levantar as pernas acima do nível do coração. Tente mantê-las nessa posição por 20 minutos, 3 a 4 vezes por dia. Uma boa ideia é ler um livro enquanto isso. O tempo vai passar sem que você perceba!

2. Meias de compressão

© depositphotos

O uso de meias de compressão durante o dia pode ser mais útil que qualquer outro tratamento caseiro. Se estiver sentindo incômodo ou dor nas pernas, experimente utilizar essas meias. Elas comprimem as veias e evitam que o sangue flua para trás.

Elas apertam mais as pernas do que as meias comuns, mas ajudam as veias e os músculos das pernas para que o sangue chegue ao coração com mais facilidade. Alguns testesdemonstraram que meias de compressão podem reduzir ou prevenir o inchaço que costuma aparecer no fim do dia. Pessoas que viajam muito, passam muito tempo de pé e/ou muito tempo sentado trabalhando no escritório são as que especialmente devem apostar nas meias de compressão.

3. Dieta preventiva e controle do peso

© depositphotos

Assim como fazer exercícios físicos regularmente, ter uma boa alimentação é a solução para muitos problemas de saúde. Um corpo que está saudável por dentro parecerá saudável por fora. Inclua em sua dieta mais alimentos ricos em vitaminas C e E, já que eles são ótimas fontes de antioxidantes para seu organismo. A vitamina C é necessária para a fabricação de colágeno e elastina para manter a saúde das veias. E a vitamina E reduz o aparecimento das aranhas vasculares nas pernas.

Não esqueça dos alimentos com alto teor de fibras, pois eles ajudam a evitar a prisão de ventre e reduzem a pressão sobre as veias. Consuma mais aveia, linhaça, ervilha, feijão, maçã e alimentos integrais.

O excesso de peso não provoca veias varicosas. No entanto, elas costumam ser resultado de vários fatores que, por sua vez, estão associados ao excesso de peso. Hábitos prejudiciais, falta de exercício, dieta desequilibrada e um estilo de vida sedentário podem levar ao surgimentode veias dilatadas ou varicosas. Nossa sugestão é que você controle seu peso para evitar fazer muita pressão nas pernas.

4. Remédios fitoterápicos

© depositphotos

Um estudo demonstrou que algumas ervas medicinais podem causar um efeito positivo perante os sintomas de insuficiência venosa, como inchaço, câimbras e aquilo que é conhecido como síndrome das pernas inquietas.

Alguns suplementos, como o extrato de semente de uva, a rutina ou rutósido e uma planta chamada gotu kola são conhecidos como bons tratamentos contra veias varicosas. Eles estão disponíveis em cápsulas, pílulas e pomadas.

Consulte seu médico antes de tomar qualquer suplemento fitoterápico para se assegurar de que eles não irão interferir nos medicamentos que você esteja eventualmente tomando.

5. Atividade física

© pixabay

Praticar atividade física regularmente é a chave para tratar diversos problemas de saúde. No caso das veias varicosas, especialmente naqueles diagnosticados na fase inicial, os exercícios físicos são ótimas medidas de prevenção. No entanto, é preciso escolher uma atividade que não exagere na pressão exercida nas pernas. De maneira geral, não se recomenda a prática da corrida, pois pode piorar o inchaço.

Quanto mais você se movimenta, mais rápido o sangue circula das veias ao coração. E é justamente isso que elimina os sintomas desagradáveis das veias varicosas. Os exercícios físicos que aumentam a circulação sanguínea e são eficazes no combate ao problema são caminhadas diárias, alongamentos, yoga e flexão dos tornozelos.

6. Estilo de vida diferente

© depositphotos

As mudanças no estilo de vida podem diminuir os incômodos causados pelas veias varicosas. Por exemplo, evite passar longos períodos de pé ou sentado, especialmente caso trabalhe num escritório. Mude de posição com frequência para impedir a diminuição do fluxo sanguíneo. E se possível, levante-se e faça pequenos exercícios de alongamento.

Evite usar salto alto durante um tempo prolongado. Não é que você precise abrir mão dos seus sapatos prediletos, mas não passe o dia inteiro com eles. Os saltos mais baixos tonificam os músculos da panturrilha e favorecem o fluxo de sangue pelas veias.

7. Massagens suaves

© depositphotos

As massagens ajudam na boa circulação do sangue no corpo, especialmente nas pernas (onde as veias varicosas costumam aparecer). A principal técnica para massagem como tratamento para o problema é fazendo movimentos suaves, evitando fazer pressão com os dedos sobre as veias inchadas, mas sim ao redor delas. Exerça uma suave pressão com a palma da mão ou use as pontas dos dedos para massagear, indo dos calcanhares aos tornozelos, de forma ascendente. Caso sinta dor ou outro tipo de incômodo, pare a massagem e coloque as pernas para cima.

Por si só, massagem suave não é capaz de reduzir por completo as veias varicosas, mas pode mudar drasticamente a sensação incômoda que elas causam, melhorando o fluxo sanguíneo nas extremidades.

8. Para veias grandes que “alimentam” as aranhas vasculares: remoção com laser

© depositphotos

Um dos tratamentos médicos mais comuns contra veias varicosas é a ablação (remoção) com laser. Esse método costuma ser aplicado quando nenhum dos métodos mencionados anteriormente funciona, e quando o inchaço e os sintomas ficam cada vez mais desagradáveis.

Uma sonda com laser na extremidade é colocada através da veia. O lase é aquecido e cauteriza as paredes das veias, fazendo com que o sangue deixe de fluir através delas. Em seguida, a veia é eliminada com um dispositivo de extração.

O procedimento deixa alguns hematomas nas pernas, mas não deixa cicatrizes e é muito mais simples que uma cirurgia tradicional.

Que tipo de método caseiro para tratar as veias varicosas funciona melhor no seu caso? Você prefere ir ao médico ou prevenir o aparecimento desse problema por conta própria? Comente com suas opiniões sobre o assunto!